t_estrt_estr

Projeto Super Nova


Uma definição possível para o que chamamos música é: “A arte de se expressar através do som”. Acreditamos que a música é um poderoso instrumento de transformação na vida de uma pessoa, e por consequência na vida de uma comunidade. Primeiro, pois resgatar a expressão é vital para a identidade de uma pessoa e de um povo. Segundo porque como um poderoso instrumento de expressão e de comunicação como arte, ela abre possibilidades de crescimento e transformação inclusive econômica da vida de um indivíduo.

placeholder image

A música é instrumento de desenvolvimento humano, de integração social e trabalho em equipe, o que ajuda as crianças e adolescentes no seu desenvolvimento.

Como uma certa herança do trabalho da “Escola de Música”, o projeto ganhou novos contornos e criamos em 2019 o projeto “Música na Escola”, e com essas poderosas ferramentas em mãos que nos direcionamos à administração regional do Jardim Ângela, mais especificamente para a Escola Estadual Prof. Orlando Mendes de Moraes, situada nas imediações do Parque Ecológico do Guarapiranga, altura do nº 8700 da Estrada do M’Boi Mirim. A escola atende em sua maioria os alunos dos bairros Pq. Cerejeiras, Jd. Vera Cruz e Jd. Horizonte Azul, que tem números de IDH abaixo da média da administração do Jd. Ângela (0,750), que já é o quarto menor índice da cidade de São Paulo.

placeholder image

Nossa atuação na escola está atendendo os turnos da Manhã (Ensino Médio) e Tarde (Fundamental Ciclo II).

Atualmente atendemos a escola com oficinas para três modalidades de instrumento: Violão; Violino; Percussão (foco em instrumentos de Bateria nos moldes de Escola de Samba).

Podemos somar a essa já efetiva ferramenta uma abordagem educacional conjunta, que pode guiar e instruir os caminhos e decisões de vida em que os alunos se verão frente a no seu futuro próximo e até mesmo para o restante de sua vida. Esse é o “Instrução para a Vida”, que caminha junto das aulas de música, que visa identificar as peculiaridades de cada indivíduo (seus contextos, medos, sonhos, etc.) e os faz construir uma orientação objetiva para se guiar pela vida. Uma das primeiras perguntas que devemos nos fazer deve ser: “Quem de fato são essas pessoas?” Ou seja, para mudar realidades devemos ter a sensibilidade de entender e ouvir deles mesmos onde e como essas pessoas são mais afetadas pelas realidades do “caos” à sua volta. De maneira contrária não há respeito com o indivíduo e nem com a comunidade que já tem em si uma identidade, embora muitas vezes não discernida. Seria uma forma de colonização cultural, e não de resgate social.

É a partir desse coração e mentalidade que o Instrução para a Vida trabalha, ouvindo os alunos em suas angústias e os guiando a se conhecer, e ao mesmo tempo proporcionando diretrizes para a sua caminhada pela vida.

Há também um novo sonho em processo de implantação. Esse projeto tem por norte gerar transformação para as nossas crianças e adolescentes: na esfera social, dando-lhes a oportunidades do aprendizado e participação em atividades artísticas; na esfera cultural, proporcionando a elas o acesso à cultura formal e a oportunidade de participar e apreciar a arte musical através das apresentações da Orquestra Redenção. Através da junção dos alunos do projeto e dos espetáculos realizados junto à orquestra, é possível o acesso à fruição da música como instrumento de desenvolvimento humano, de integração social e trabalho em equipe e de inclusão socioeconômica, além de consolidação e divulgação da cultura popular.

Participe dessa causa

Conheça o Instituto Anima e seja
mais um a apoiar esse trabalho.